Assine a newsletter para receber conteúdos exclusivos

A Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais. Pode entrar, fique à vontade!

Conheça nossos serviços de ginecologia e sem sair de casa. Com empatia, agendamento rápido e sem preconceitos.
Colunistas
Contracepção
Depoimentos
Fertilidade
Oya Recomenda
Rotina
Saúde
Sexo
Sociedade
Trabalho e Relacionamentos
Anna Vitoria Rocha
Dra. Natalia Ramos
Giuliana
Giuliana Giordano
Laura Máximo
Marina Orlandini
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Assine nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo sobre saúde e autonomia feminina.

Mês da Mulher: 9 fatos da cultura pop que marcaram mulheres no último ano

SUMÁRIO

Neste Mês da Mulher a Oya te convida para uma viagem pela memória: que tal relembrar 9 fatos da cultura pop que fizeram parte da conversa no seu grupo de Whatsapp favorito ao longo do último ano? Acontecimentos que marcaram, emocionaram, empoderaram, inspiraram e mostraram que é possível acreditar em um mundo de autonomia para as mulheres. Pega um cafezinho e entra com a gente nesse túnel do tempo!

9 fatos da cultura pop que causaram impacto desde o último Mês da Mulher

Licia Manzo, masturbação feminina e mês da mulher

1. Masturbação feminina na novela das 21h

Pela primeira vez na história da teledramaturgia brasileira foi ao ar, em novembro de 2021, uma cena que sugere masturbação feminina. O fato aconteceu na novela “Um Lugar Ao Sol”, na faixa das 21h da Rede Globo.

No capítulo, Rebecca (Andréa Beltrão), uma mulher na casa dos 50 anos, toca a própria região genital enquanto o marido está no banho. Claro, a cena causou debate e foi criticada por alguns setores da sociedade. 

Sobre a polêmica, a autora Licia Manzo falou ao Universa: “se ainda há tabu com uma cena tão sutil como a de uma mulher deslizando a mão por dentro do lençol, enquanto mil outras de teor erótico e com voltagem muito maior são mostradas na televisão muitas vezes, sem que cause espanto, é porque precisamos falar sobre isso”.

O impacto da trajetória de Rebecca até influenciou nas vendas de produtos eróticos para mulheres com mais de 50 anos: segundo pesquisa do D&A, e-commerce de vibradores e afins, a procura dessa faixa etária por itens de sex shop cresceu 40% nos últimos meses.

Que tal seguir o exemplo da Rebecca e também explorar seu corpo neste Mês da Mulher? Saiba como escolher o vibrador perfeito!

Rihanna grávida e mês da mulher

2. Rihanna grávida

Os meses desde o último Mês da Mulher foram marcados por muita especulação sobre se a cantora Rihanna (34) estaria grávida ou não. A própria diva pop chegou a negar a gestação em algumas entrevistas, mas em fevereiro de 2022 assumiu: está esperando o primeiro bebê.

Além de babar nas lindas fotos do barrigão, os fãs (e até quem não acompanha tanto a carreira da cantora) se emocionaram com a trajetória da RiRi. Ela que chegou a sofrer violência física do ex-namorado, Chris Brown, parece estar muito feliz em seu novo relacionamento - agora construindo uma nova família. 

“Eu me sinto linda, é algo que vem de dentro”, disse a cantora sobre a gravidez.

Pensa em engravidar, mas não sabe por onde começar o planejamento para a gestação? Se presenteie com a Descoberta da Fertilidade neste Mês da Mulher.

Ana Paula Padrão, não ter filhos e mês da mulher

3. Ana Paula Padrão e a escolha de não ter filhos

A jornalista Ana Paula Padrão (55) aproveitou o último Dia das Crianças para fazer um desabafo: “a vida sem filhos não é uma vida vazia”. A publicação no Instagram viralizou e provocou reflexão sobre a decisão de ser mãe por desejo ou maternar por obrigação social.

Segundo a própria jornalista, ela mesma tentou engravidar algumas vezes, pensando que era “agora ou nunca”. Contou: “(...) o contexto de uma relação estável e o prazo final estabelecido pela natureza me fizeram tentar. Quando desisti da história foi até com sensação de alívio”.

Sempre é bom lembrar que Mês da Mulher é diferente de Mês das Mães e que cada vez mais mulheres têm refletido sobre a escolha de tornar-se mães, ou não

Linn da Quebrada, mulher trans no BBB e mês da mulher

4. Linn da Quebrada no BBB 22

Onze anos separam a participação da primeira mulher trans, Ariadna Arantes, no Big Brother Brasil e a entrada da cantora e atriz Linn da Quebrada (31) no BBB 22, segunda pessoa “T” a participar do reality show mais famoso do país.

Depois do anúncio da participação de Lina Pereira, nome de registro da artista, a antecessora Ariadna declarou: "O BBB é um reality muito grande e nós [mulheres trans] precisamos dessa visibilidade. Espero que a passagem da Linn seja longa, duradoura e vencedora. E que ela não sofra metade do que eu sofri". 

Até o início deste Mês da Mulher, Lina continua no BBB e tem chamado atenção por seu carisma, humor e por tocar em temas interessantes durante conversas na casa. Tem gente apostando que ela chega na final, hein?

Marília Mendonça e mês da mulher

5. Morte da cantora Marília Mendonça

Marília Mendonça, a líder do “feminejo”, morreu vítima de um acidente aéreo em novembro de 2021. A cantora, compositora, mãe, filha, amiga e irmã deixou como legado mais de 300 composições cadastradas no Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), além de uma trajetória que rompeu padrões do esperado para o feminino.

Ela compôs e cantou sofrência, mas também falou de sexo, amizade e bebedeira em suas canções. Com sua forma de arte, defendeu a igualdade entre os gêneros - e talvez sem nem ter essa intenção.

Antenada e engajada em diversas pautas sociais, foi a primeira artista a convidar uma intérprete de Libras para as lives que promoveu durante o isolamento da Covid-19.

Foram apenas 26 anos de vida, pelo menos 10 de carreira e cinco desde seu primeiro sucesso: a música Infiel, lançada em 2016.

Rayssa Leal, meninas no esporte e mês da mulher

6. Rayssa Leal, prata brasileira no skate

Em julho de 2021 conhecemos Rayssa Leal, a criança com então 13 anos que ganhou prata no skate durante as Olimpíadas de Tóquio  e inspirou meninas e mulheres a romperem barreiras no esporte

Na semana em que Rayssa foi prata, as vendas online de skates dispararam: segundo levantamento da Neotrust, houve aumento de 50% nas transações. E mais: os dados revelam que 70% dessas compras foram feitas por mulheres. 

Especialistas já chamam a alta no interesse de meninas e mulheres pelo esporte de “Efeito Rayssa”. 

Que tal transformar sua relação com o esporte neste Mês da Mulher? Leia mais sobre exercício físico, vida saudável e fertilidade.

Shantal, violência obstétrica e mês da mulher

7. Shantal denuncia violência obstétrica

A influencer Shantal Verdelho causou impacto ao denunciar ter sofrido violência obstétrica durante o parto da filha caçula, em setembro de 2021. Depois de procurar a justiça, Shantal também usou as redes sociais para falar sobre as práticas violentas documentadas em vídeo feito durante o nascimento bebê.

"É um show de horror. No meu caso, não foi uma coisa só, teve uma reunião de vários pontos de violência obstétrica", disse em entrevista ao Globo News. Entre as práticas denunciadas pelas influenciadora estão a manobra de Kristeller (subir na barriga da pessoa que está dando a luz e fazer força empurrando o útero), gritos, xingamentos, exposição da intimidade e pressão para que uma episiotomia (corte entre o ânus e a vagina) fosse realizada.

O depoimento de Shantal Verdelho causou diálogos na internet e fora dela e fez com que muitas mulheres se dessem conta de que também foram vítimas de violência obstétrica.

Casamento às Cegas e mês da mulher

8. Casamento às Cegas Brasil

Muitas mulheres que se relacionam romanticamente com homens ficaram profundamente impactadas pela versão brasileira do reality Casamento às Cegas. O programa da Netflix que tem como premissa experimentar se o amor pode nascer só pela conversa entre duas pessoas que nunca se viram, foi um balde de água fria até pras mais românticas.

Isso porque, depois do período de encontros às cegas, os casais que se formaram passam por um período intenso de convivência - agora em carne e osso - antes de se decidirem, ou não, pelo casamento. 

Nesse meio tempo, a coisa ficou feia entre a maioria dos casais - quase como um exemplo televisionado do que acontece em alguns relacionamentos heterossexuais. Teve julgamentos sobre o passado afetivo e sexual da parceira, sobrecarga de trabalho doméstico, relatos de xingamentos, exposição da intimidade e outras atitudes no mínimo tóxicas que estimularam a conversa sobre mulheres e relações românticas com homens.

Britney Spears e mês da mulher

9. #FreeBirtney

Depois de 13 anos sob a tutela do pai, a cantora Britney Spears reconquistou a liberdade de decidir sobre sua vida financeira, pessoal e profissional em uma batalha que ganhou tons de movimento com o #FreeBritney. A luta pelo encerramento do regime teve fim em setembro de 2021, após decisão do Tribunal Superior de Los Angeles.

Desde 2008, ano em que passou por duas hospitalizações psiquiátricas, Britney Spears era obrigada a consultar o pai, Jamie Spears, sobre todas as decisões da sua vida - incluindo decisões sobre seu próprio corpo

Em relatos fortes à justiça, Britney contou que foi proibida pelo pai de tirar o DIU para tentar ser mãe novamente e que por diversas vezes foi medicada para subir ao palco e fazer shows quando não queria. 

A liberdade da diva foi considerada uma vitória simbólica para as mulheres e para a luta antimanicomial.

Você sabia que as mulheres são maioria entre as pessoas diagnosticadas com depressão? Entenda porque saúde mental também é assunto para o Mês da Mulher.

Mais histórias impactantes para ler no Mês da Mulher

Que experiência é relembrar fatos que mexeram tanto com a gente desde o último Mês da Mulher, né?! Nós da Oya te convidamos para continuar nesse papo sobre histórias que inspiram, emocionam e causam impacto.

Leia sobre 13 famosas que fizeram congelamento de óvulos e sobre a experiência da Maria, que fez a Descoberta da Fertilidade aqui com a Oya, a primeira clínica virtual de saúde feminina do Brasil. Vamos juntas!

REFERÊNCIAS
Até 100% reembolsável pelo plano de saúde

A primeira clínica virtual de saúde feminina do Brasil

Ginecologia e fertilidade sem sair de casa. Medicina para mulheres e pessoas com ovários. Com empatia e sem preconceitos. Agendamento rápido. Sua saúde é sua!
Conheça a Oya
Tudo por apenas
*Até 100% reembolsável pelo plano de saúde

A primeira clínica virtual de saúde feminina do Brasil

Ginecologia e fertilidade sem sair de casa. Medicina para mulheres e pessoas com ovários. Com empatia e sem preconceitos. Agendamento rápido. Sua saúde é sua!
Conheça a Oya

Leia também

Fundamentos do Prazer, da Netflix, na tela de notebook

Por que assistir Fundamentos do Prazer na Netflix?

Feita por mulheres e sobre a sexualidade das mulheres: minissérie documental Fundamentos do Prazer discute fatos e mitos sobre nossos corpos. Veja!

Ler mais
9 fatos da cultura pop que marcaram mulheres no último ano

Mês da Mulher: 9 fatos da cultura pop que marcaram mulheres no último ano

Relembre as histórias, as perdas e até as fofocas que impactaram as mulheres desde o último Mês da Mulher. Vem ver!

Ler mais
Mulher com olhos cobertos por duas mãos, ilustrando a fadiga zoom e porque as mulheres sofrem mais

O que é Fadiga de Zoom? Por que as mulheres sofrem mais?

Você já ouviu falar na fadiga de Zoom? A Oya te explica o que é a exaustão provocada pelas videochamadas e como minimizar esse esgotamento.

Ler mais
Moça sentada e abraçando os joelhos como se estivesse deprimida

Depressão em mulheres: o que saúde física tem a ver com isso?

Segundo pesquisas, eventos hormonais e peculiaridades do cérebro de pessoas do sexo feminino podem ser fator de risco para a depressão em mulheres. Entenda!

Ler mais

A Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais. Pode entrar, fique à vontade!

Conheça nossos serviços de ginecologia e sem sair de casa. Com empatia, agendamento rápido e sem preconceitos.

Reembolso

O valor do reembolso pode chegar a 100% do valor mediante apresentação de nota fiscal dependendo da cobertura do seu plano.

Para saber mais entre em contato com o seu plano de saúde.

Entendido

Receba conteúdos exclusivos sobre saúde e autonomia feminina:

Nome completo
Email
Idade
É profissional da saúde?

Agradecemos sua inscrição em nossa Newsletter!

Oops! Estamos passando por algum problema técnico, tente mais tarde por favor

Obrigada por se inscrever na nossa Newsletter!

Fale com a gente
Fale pelo WhatsApp