Estamos sempre na busca pelo que queremos ser

Estamos sempre na busca pelo que queremos ser

E se, toda vez que você estivesse passando por alguma situação nova, você pudesse falar com alguém que já passou pela mesma coisa?

A verdade é que ter uma referência nas coisas que fazemos sempre dá uma força a mais pra gente. Mesmo para as coisas mais comuns — como, por exemplo, ser mulher. Já parou pra pensar nisso?

Pode ser que você não perceba, mas estamos sempre na busca de referências para nossa vida. Pessoas que admiramos, ou que inspiram o nosso próprio caminho. Mas no meio de tantos likes, seguidores e pessoas perfeitas de instagram, essa nossa busca por referências pode virar um processo nada legal (e muito solitário) de comparação sem fim.

Nossa mente tende naturalmente a idealizar o outro e isso pode ser muito difícil para quem vive a vida moderna. Afinal, somos tão livres pra escolher o que queremos ser e fazer que a gente pode chegar a se perguntar: “mas qual é o meu lugar?”. Até porque, pra ser realmente boa, parece que a gente tem que ser cada vez mais: mais mãe, mais profissional, mais estudiosa, mais linda, mais tudo.

Claro que ser tudo isso ao máximo e ao mesmo tempo é impossível porque não é real — mas a tendência é que a gente sempre seja dura com nós mesmas. E levar essa vida multitarefa pode aumentar o grau de estresse e autocobrança, mesmo. A questão é que precisamos tomar cuidado, porque lembra: você é humana, oyana. E não é obrigada a dar conta de tudo, nem de viver para agradar os outros. Então pare um pouquinho, respire fundo e reflita: o seu propósito de vida faz sentido pra você ou é só o que os outros esperam de você?

Coisa complexa. Mas se uma coisa é certa, é que o autoconhecimento é fundamental pra uma vida mais leve.

Porque com autoconhecimento, você pode encontrar muitas dessas referências importantes dentro de você. É uma jornada transformadora que começa com pequenos passos. E com isso, a Oya pode te ajudar – tudo começa aqui.

Texto escrito em colaboração com Camila Monteiro, psicóloga

Leia também:

Depressão em mulheres: o que saúde física tem a ver com isso?

Depressão em mulheres: o que saúde física tem a ver com isso?

Por que falar sobre depressão e especificamente sobre depressão em mulheres? O que nosso corpo e nossa mente têm em comum? Por que uma pessoa desenvolve depressão? Quais são os sintomas de depressão? E, por fim, um quadro depressivo tem cura? Vem com a gente que a conversa vai ser cheia de informação!


Ler texto

O que são óleos essenciais? 05 coisas que você precisa saber

O que são óleos essenciais? 05 coisas que você precisa saber

Falar em óleos essenciais é falar sobre uma sinergia poderosa entre medicina e natureza, o verdadeiro encontro entre a deusa e a ciência que tanto valorizamos por aqui. Se você anda se perguntando o que são óleos essenciais e como pode introduzi-los na sua vida, esse post é para você!

Ler texto