Engravidar com SOP: rola ou não rola?

Engravidar com SOP: rola ou não rola?

Existem alguns motivos possíveis para a infertilidade feminina. A mais comum de todas é a SOP, a tal da síndrome do ovário policístico. Mas nem todo mundo conhece ainda o que acontece no corpo feminino com essa síndrome.

A SOP quer dizer um desequilíbrio de hormônios na mulher. Esse desequilíbrio aumenta a chance de aparecerem cistos nos ovários — o que, por sua vez, muda a estrutura do ovário e mexe com o processo de ovulação. E já sabemos: se a ovulação tá diferente, a fertilidade também.

As origens da SOP ainda não são bem claras. Mas os sintomas são muito possíveis de serem tratados com o acompanhamento do seu médico de confiança — ciclos irregulares, menor frequência de ovulação e dificuldade para engravidar são os mais comuns. A síndrome também cria uma tendência a doenças cardiovasculares, como diabetes tipo 2 e obesidade.

Se você tem síndrome do ovário policístico, pode ser que você passe longos períodos sem menstruar (meses, até). Isso quer dizer que óvulos não estão sendo liberados regularmente, o que é uma barreira para a fertilização. Altos níveis de testosterona são mais um obstáculo para quem quer engravidar. Mas sem desespero: se a SOP é o único motivo para a infertilidade de um casal, é muito possível corrigir o problema. E aí, a gravidez é possível.

Ou seja: falar com um médico especialista em reprodução humana é essencial para a mulher com SOP que tem vontade de engravidar. Só esse profissional consegue passar um diagnóstico correto e te orientar sobre os próximos passos, pra que você possa tomar suas decisões sempre com clareza e segurança. Testes de ovulação, por exemplo, não foram pensados para quem tem SOP, então não é uma boa ideia se basear neles. O teste de HAM também pode ter alterações (tanto que esse exame é muito pedido pra diagnosticar a síndrome). Encontre um médico que você confie e, juntos, vocês vão encontrar o melhor caminho para a maternidade.

Leia também:

Depressão em mulheres: o que saúde física tem a ver com isso?

Depressão em mulheres: o que saúde física tem a ver com isso?

Por que falar sobre depressão e especificamente sobre depressão em mulheres? O que nosso corpo e nossa mente têm em comum? Por que uma pessoa desenvolve depressão? Quais são os sintomas de depressão? E, por fim, um quadro depressivo tem cura? Vem com a gente que a conversa vai ser cheia de informação!


Ler texto

O que são óleos essenciais? 05 coisas que você precisa saber

O que são óleos essenciais? 05 coisas que você precisa saber

Falar em óleos essenciais é falar sobre uma sinergia poderosa entre medicina e natureza, o verdadeiro encontro entre a deusa e a ciência que tanto valorizamos por aqui. Se você anda se perguntando o que são óleos essenciais e como pode introduzi-los na sua vida, esse post é para você!

Ler texto